Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

CADERNO DA CIDADANIA >

Queda de audiência e solução criativa

03/11/2005 na edição 353

Após alcançar altos índices de audiência em setembro, em meio à cobertura dos furacões Katrina e Rita, os canais de notícias a cabo americanos voltaram a apresentar baixa em outubro – principalmente se comparados ao mesmo período de 2004, logo antes das eleições presidenciais.


O índice de outubro, segundo informações de Paul J. Gough [Reuters, 2/11/05], não trouxe grandes surpresas. A Fox News continua na liderança de audiência, mesmo tendo apresentado queda no número de telespectadores tanto em sua programação normal como no horário nobre, com média de 1.7 milhão de pessoas – com queda de 29%.


A emissora é seguida pela rival CNN, com queda de 21% no horário nobre, chegando à média de 824 mil telespectadores. Na demonstração da programação total, entretanto, a emissora subiu 1%.


A MSNBC caiu 28% no horário nobre, com média de público de 360 mil. Já a CNBC, após meses de queda, mostrou algum sinal de vida e subiu 2% no horário nobre e 31% na programação diária, passando a 158 mil telespectadores.


O público mostrou-se dividido entre os noticiários noturnos das emissoras abertas: Nightly News, da NBC, com 9.4 milhões de telespectadores; World News Tonight, da ABC, com 8.6 milhões; e Evening News, da CBS, com 7.3 milhões.


Da telinha para o monitor


Mas estes índices não agradam às três maiores emissoras, que vêm perdendo público no horário há alguns anos. O fim da era dos grandes âncoras, com a saída quase simultânea de Peter Jennings na ABC, Tom Brokaw na NBC e Dan Rather na CBS, prejudicou a audiência, já ferida pela migração do público para a internet.


A NBC parece ter dado os primeiros passos de reação, com o anúncio de que passaria a oferecer o conteúdo completo do Nigthly News, com o âncora Brian Williams, em seu sítio na rede, de graça. Como o telejornal passa na TV às 18:30, a versão para internet será disponibilizada a partir das 22 hs.


‘Esta é a resposta a todos os telespectadores bem-intencionados que me param em aeroportos para dizer que tentam assistir ao programa, mas viajam muito ou têm filhos pequenos’, disse Williams. ‘Quando a noite acalmar, vocês podem assistir no melhor horário para vocês’.


Esta não é a primeira vez que uma emissora americana leva seu noticiário para a rede. A ABC News oferece segmentos do World News Tonight por um serviço premium. CBS apresenta um resumo de notícias de oito minutos em seu sítio, com direito a uma introdução do âncora Bob Shieffer. Mas é a primeira vez que o conteúdo completo de um telejornal é disponibilizado na internet. ‘Se você não evolui, não importa se está no primeiro lugar ou no terceiro, você está condenado à extinção’, sentenciou o presidente da NBC News, Steve Capus.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem