Sábado, 11 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

CIRCO DA NOTíCIA >

Após ataque, diários boicotam parlamento

14/12/2006 na edição 411

Os quatro maiores jornais diários em língua árabe da Jordânia decidiram boicotar o parlamento depois que alguns membros atacaram fotógrafos e apreenderam suas câmeras. O incidente ocorreu quando os profissionais tiravam fotos de uma briga entre deputados na câmara baixa.


Em uma declaração conjunta, os editores-chefes dos jornais al-Rai, al-Dustour, al-Ghad e al-Arab al-Yawm condenaram o ‘ataque por alguns membros do parlamento contra jornalistas que cumpriam seu trabalho’ e a decisão do presidente da câmara de confiscar os equipamentos dos fotógrafos. ‘Isso é uma comportamento injustificável por parte de pessoas que, supostamente, são os guardiões da democracia’, afirmava o documento. ‘Alguns deputados insultaram e bateram em fotógrafos, danificando suas câmeras […] Qualquer ataque a jornalistas é um ataque ao direito constitucional da imprensa de cobrir um evento público e também um ataque à liberdade de expressão’.


Em protesto, os jornais decidiram ‘boicotar todas as sessões parlamentares até que o parlamento publique um pedido formal de desculpas sobre o ataque, denuncie este comportamento e devolva as câmeras que foram apreendidas de forma ilegal’. Segundo testemunhas, a briga na câmara baixa começou por uma discussão sobre quem deveria liderar o comitê governamental de agricultura. Informações da AFP [11/12/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem