Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

CIRCO DA NOTíCIA >

Breve homenagem ao talento infinito

Por Mauro Malin em 29/03/2012 na edição 687

    IMPRENSA

♦ “Você pode me dizer que a imprensa é o resultado do meio, da sociedade em que se insere. Mas, às vezes, por força de um indivíduo ou de um pequeno grupo ela se eleva acima do meio e faz esse meio progredir.”    

♦ “Imprensa. Destinada a publicar todos os fatos, muitas vezes omite os principais. Toda a verdade é o lema apregoado, uma mentira como muitas que orgulhosamente veicula. Pretende esclarecer e – algumas vezes por pura incompetência – quase sempre complica. Dizendo-se isenta é totalmente partidária, não raro em proveito próprio. (…) Enfim, a mais perversa, falha e desonesta forma de comunicação e poder inventada pelo homem – excetuando, naturalmente, todas as outras.”

  NOTICIÁRIO

♦ “Todo dia de manhã abrimos o jornal e vemos mortes violentas, desastres espantosos, ameaças apocalípticas, epidemias sem conta, novas guerras, crises gigantescas, destruição e perigo em toda parte. E tem gente que ainda diz que não se diverte.”

                     JORNALISTA

♦ “Em qualquer roda é fácil reconhecer um jornalista: é o que está falando mal do jornalismo.”

                    PASQUIM          

♦ “Período efervescente do Pasquim. Parecia até que o país ia existir e que certa socialização, misturada com fugidia fraternidade, era possível.”

                     PORTA-VOZ

♦ “E disse o porta-voz: ‘Podem crer / Eu vi com estes olhos / Que a imprensa há de comer!’”

                     EDITORIAL

♦ “Li, ontem, um editorial realmente magnífico sobre a ditadura. Não dizia absolutamente nada. Mas era contra.”

                      FOTOGRAFIA

♦ “A fotografia é a mentira verdadeira.”

♦ “Toda fotografia antiga é uma punhalada.”

♦ “A fotografia é a mentira absolutamente insofismável.”

                     FOTOGRAFIA/REPORTAGEM

♦ “Violência, terremoto, / Fome e promiscuidade, / Dão cada foto!”

                     TESTEMUNHA OCULAR

♦ “Testemunha ocular é uma pessoa que mente com seus próprios olhos.”

                     LÍNGUA

♦ “Estão usando a língua como sempre. Mas usam cada vez menos o idioma.”

                     HUMOR

♦ “O humor é a vitória de quem não quer concorrer.”

                     HUMORISTA

♦ “Um humorista não solta o último suspiro – solta a última ironia.”

                     EPITÁFIO

♦ “Meu epitáfio: ‘Não contem mais comigo’.”

Fonte: Millôr definitivo: a bíblia do caos, Porto Alegre, L&PM, 1994.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem