Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

CIRCO DA NOTíCIA >

Como explicar certos silêncios?

Por Mauro Malin em 13/03/2012 na edição 685

O jornalista Altamir Tojal, colaborador do Observatório da Imprensa, aponta “duas pistas óbvias” para explicar silêncio e ausência de estudantes e professores universitários “no debate e nas manifestações contra a corrupção e a impunidade, dois pilares tradicionais do poder da oligarquia, que foram transformados agora no Brasil em política pública universalizada e em padrão de governança”.

A primeira é “a domesticação do movimento estudantil e o aparelhamento partidário das universidades”. A segunda é “o uso militante da ideia de que ‘o poder nasce da corrupção’”. Em consequências, ouvem-se poucas vozes, “mas não são contra a corrupção e sim contra a imprensa crítica, que veicula os escândalos. E teorias para desqualificar quem protesta, rotulando esta atitude de hipocrisia moralista. De resto, o silêncio. Por quê?”

A explicação proposta pelo jornalista está no blogue “Este mundo possível”. Tojal convida pelo Facebook para o II Congresso Contra Corrupção, que se realiza no sábado (17/3), às 9h, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem