Terça-feira, 02 de Junho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

E-NOTíCIAS >

Para inovar, Twitter abre sua plataforma

Por Vindu Goel em 19/11/2013 na edição 773

Para o Twitter justificar a enorme valorização das suas ações, precisa expandir a doutrina do tuitar para muito além da sua atual base de 232 milhões de contas. Para isso a companhia está confiando que milhões de websites vão se unir ao serviço encorajando legiões de desenvolvedores independentes a descobrir novos usos criativos da sua plataforma, ampliando a atividade e o número de anúncios que os usuários do Twitter recebem.

Joe Budzienski, cofundador do Gozaik, está entre os desenvolvedores que procuram inovar com serviços que vão além do básico oferecido pelo Twitter. Sua pequena empresa desenvolveu um sistema que escaneia meio bilhão de mensagens por dia no site com propostas de trabalho, para indexá-las e facilitar a busca por pessoas interessadas num emprego. O mesmo sistema também cria perfis dos usuários do Twitter com base em informações publicamente disponíveis, de forma que os empregadores possam examinar esses dados para encontrar candidatos em potencial. “Algo que é constante no Twitter são as ofertas de emprego”, disse Budzienski.

De acordo com análise do Gozaik, 15 vagas de emprego são listadas no Twitter a cada minuto – aproximadamente 150 mil por semana. Mas combinar os anúncios com empregados em potencial é um desafio em meio à cacofonia que é o fluxo de mensagens no serviço de microblog. Assim, além do motor de busca em seu próprio site, a Gozaik está desenvolvendo uma ferramenta de publicidade que permitirá ao empregador enviar mensagens relacionadas à vaga oferecida para usuários específicos do Twitter que têm o perfil do candidato ideal.

O sistema, que ainda vem sendo testado, divulga os anúncios através de uma plataforma de ofertas em tempo real do próprio Twitter. Se ele funcionar, poderá aumentar o número de anúncios de emprego no serviço de microblog e ajudar a companhia a entrar no robusto mercado de trabalho que tornou a rede social LinkedIn tão lucrativa. “Poderemos trazer para o Twitter um ecossistema inteiramente novo e uma nova fonte de receita”, disse Joe Budzienski, acrescentando que o experimento foi aprovado pelo Twitter. A Gozaik tem acesso livre a todos os tweets dos usuários.

Ideias

Outras startups, como a Tame e a Nuzzel, tentam trabalhar em cima das deficiências do design do Twitter, que apresenta as mensagens em ordem cronológica inversa, independentemente de seu nível de importância.

A Tame, empresa alemã criada com apoio financeiro do governo, criou uma interface alternativa. Sua ferramenta, que custa 5 por mês, analisa as postagens de um usuário e as ordena em três colunas – links, tópicos e pessoas – com base especialmente na frequência com que são mencionados.

Se, por exemplo, muita gente está debatendo as recentes revelações de espionagem pela Agência de Segurança Nacional (NSA, em inglês), as postagens vão aparecer no topo por uma linha de 24 horas, para que os usuários possam ficar em dia com as principais mensagens durante este tempo.

“Achamos que uma coisa é importante quando muita gente está comentando a respeito”, disse Torsten Mueller, cofundador do Tame e diretor de marketing da companhia, que trabalha temporariamente numa incubadora no mesmo prédio onde fica a sede do Twitter, em São Francisco.

******

Vindu Goel, do New York Times

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem