Quarta-feira, 27 de Maio de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

E-NOTíCIAS >

Sindicato britânico protesta contra ordem judicial

06/03/2012 na edição 684

O Sindicato Nacional de Jornalistas do Reino Unido (NUJ), em nome do membro Jason Parkinson, e organizações de mídia como BBC, ITN, BSkyB e Hardcash Productions apelaram de uma ordem judicial que obriga jornalistas a entregarem à polícia filmagens realizadas em uma fazenda no condado de Essex durante a expulsão de 400 ciganos, em outubro passado.

A ordem levanta questões fundamentais sobre a habilidade da imprensa de cobrir temas de interesse público de maneira imparcial e sem medo de intimidação. “A ordem contra mim poderia ter consequências profissionais e há o perigo de ter um sério impacto na minha habilidade de desenvolver meu trabalho no futuro. Quero proteger a integridade e a imparcialidade dos jornalistas no front”, disse Parkinson, que é videojornalista colaborador do jornal The Guardian.

As filmagens na fazenda incluem imagens de um policial usando uma arma de choque. “Jornalistas desempenharam um papel crítico de interesse público na cobertura do episódio na Fazenda Dale, produzindo filmagem no local, para que o público estivesse informado sobre o que estava acontecendo”, disse Michelle Stanistreet, secretária-geral do NUJ. “Como recompensa, eles são caçados e criminalizados pelo Estado, simplesmente por fazerem seu trabalho. Estamos questionando esta decisão porque o código de conduta do sindicato obriga o sindicato e seus membros a defender a proteção de fontes e material jornalísticos”. Informações de Roy Greenslade [The Guardian, 29/2/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem