Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

E-NOTíCIAS >

Novo lançamento mantém o estilo Jobs

Por Tim Bradshaw e Chris Nuttall em 13/03/2012 na edição 685

A Apple renovou seus esforços para consolidar a liderança no mercado de tablets com o lançamento da nova versão do iPad, que tem uma tecnologia de tela melhorada e recursos de rede mais potentes. Tim Cook, executivo-chefe da Apple, mostrou o aparelho ontem (7/03) em um evento em San Francisco que pareceu seguir diretamente o roteiro do falecido fundador da empresa, Steve Jobs. O novo iPad é o primeiro aparelho lançado pela Apple desde a morte de Jobs, em outubro. Custa a partir de US$ 499 nos Estados Unidos, o mesmo preço da versão anterior. A Apple dará início às vendas no dia 16/03. Não há previsão de quando o aparelho começará a ser vendido no Brasil.

O novo iPad usa a mesma tela de alta definição que os iPhones mais recentes e é o primeiro tablet com capacidade de conexão às redes sem fio 4G, de quarta geração, com base na tecnologia Evolução de Longo Prazo (LTE, na sigla em inglês). O aparelho dará impulso à LTE, que continua em fase inicial de uso pelas operadoras de telecomunicações por todo o mundo, apesar do lançamento de alguns modelos de smartphone com a tecnologia.

A Apple também lançou uma nova versão do aparelho Apple TV, que se liga aos televisores e permite ver vídeos e fotos via internet. O novo aparelho permite assistir, em alta definição, a filmes e programas de televisão pelo iCloud, o serviço de sincronização de conteúdo online da Apple. O modelo, no entanto, não é o tão comentado aparelho de TV que Jobs teria aludido estar em desenvolvimento na Apple.

Uma em cada três pessoas terão um iPad até 2016

Cook delegou a demonstração dos novos aparelhos a outros executivos: Eddy Cue, diretor de serviços e software, e Phil Schiller, diretor de marketing. Em vários aspectos, porém, a apresentação no palco soou familiar para os que assistiam aos eventos teatrais de Jobs, com as provocações ocasionais a concorrentes, como a Samsung; autoelogios sobre o grande número de clientes e exageros nos superlativos para descrever os novos produtos. “Estamos redefinindo a categoria que a Apple criou com o iPad original”, disse Cook. Os analistas, em sua reação inicial, disseram que o novo iPad coloca a Apple ainda mais à frente dos rivais. “É mais do que uma atualização menor”, disse Michael Gartenberg, analista da consultoria Gartner, no Twitter. “Muitos fornecedores de tablets com [o sistema operacional] Android estão chorando agora mesmo.”

Os tablets são um dos segmentos mais agitados da indústria de tecnologia, com a Forrester Research prevendo que uma em cada três pessoas nos Estados Unidos serão donas de um aparelho até 2016. A Forrester avaliou que há uma “enorme diferença entre o iPad e seu concorrente mais próximo”.

***

[Tim Bradshaw e Chris Nuttall, do Financial Times, de San Francisco]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem