Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

ENTRE ASPAS >

Comunique-se

18/05/2010 na edição 590

POLÍTICA

Izabela Vasconcelos

Colunista da Carta Capital critica cobertura política em Brasília

‘O jornalista Leandro Fortes, colunista da revista Carta Capital, acredita que a cobertura política em Brasília não reflete a realidade. Para ele, falta um jornalismo mais apurado, que fuja do declaratório. ‘A cobertura política em Brasília é basicamente uma farsa. Os jornalistas passam o dia no Congresso e só reproduzem as declarações dos políticos. É um jornalismo declaratório. Eles replicam sem nenhuma capacidade crítica. É uma coisa absolutamente insana’, afirmou na última sexta-feira (14/05), no lançamento do Cento de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, em São Paulo.

De acordo com o colunista, a entidade contribuirá para a reflexão e mudança desse tipo de jornalismo. ‘Vamos reunir jornalistas no Centro de Estudos de Mídia Alternativa para eles entenderem que o trabalho deles não é esse’, afirmou.

Paulo Henrique Amorim, apresentador da TV Record e responsável pelo blog Conversa Afiada, defendeu a criação de agências alternativas de informação. ‘Deveríamos ter mecanismos de financiamento para criar agências apuradoras de informação regional, para fugir do ‘PIG’. O jornalista usa a expressão PIG para descrever o que ele chama de Partido da Imprensa Golpista, que, de acordo com ele, arma crises todos os dias para derrubar o presidente Lula.

Segundo Amorim, Lula teve muitas oportunidades de criar mecanismos contra o ‘PIG’, com recursos alternativos à grande imprensa, mas em sua gestão foi criado apenas um, o Blog da Petrobras. ‘A criação do Blog da Petrobras foi o único combate ao PIG’, enfatizou.

Paulo Henrique Amorim lembrou que as pesquisas eleitorais serão auditadas, depois da conquista do Movimento dos Sem Mídia, mas ainda teme que a eleição seja ‘roubada’ pelos mecanismos de apuração de votos.

Imprensa partidária

Maria Inês Nassif, editora de Opinião do jornal Valor Econômico, considera que a imprensa tem total noção de seu impacto na sociedade e age como partido político. ‘Os jornais são efetivamente partidos políticos. Eles têm uma noção muito clara do seu papel’. Maria Inês citou as ‘explosões de pânico’ causadas pela grande imprensa, como um dos motivos de maior partidarismo. ‘A imprensa cria explosões de pânico diariamente contra o governo’, lembrou.

Mídia Alternativa

Altamiro Borges, presidente do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, lembrou que a entidade nasce em um bom momento e citou os motivos que levou o grupo a dar ao Centro o nome Barão de Itararé. ‘Apparício Fernando de Brinkerhoff Torelly, o Barão de Itararé, foi um homem das lutas de ideias. Queremos avançar nessa consciência da democratização da informação’, lembrou. A entidade já foi criada, e tem Leandro Fortes, Paulo Henrique Amorim e Maria Inês Nassif como alguns dos membros do Conselho. De acordo com Borges, o próximo passo é lançar o site do Centro de Estudos.’

 

DANIEL PEARL

Obama sanciona lei sobre liberdade de imprensa

‘O presidente dos EUA, Barack Obama, sancionou nesta segunda-feira (17/05) uma lei batizada de Daniel Pearl, em homenagem ao jornalista americano assassinado no Paquistão em 2002.

Pela lei, o Departamento de Estado terá que descrever, em seu relatório anual sobre direitos humanos, a situação da liberdade de imprensa em todos os países do mundo, identificando as nações que a violam.

De acordo com Obama, a lei ‘envia uma forte mensagem sobre nossos valores essenciais relacionados à liberdade de imprensa’, disse, durante cerimônia na Casa Branca que contou com a presença de familiares de Pearl.

O jornalista era correspondente do Wall Street Journal em Karachi e foi sequestrado em janeiro de 2002. Seu cadáver foi encontrado um mês depois, quando seus assassinos divulgaram um vídeo no qual ele aparecia sendo degolado.

Com informações da AFP.’

 

INTERNET

YouTube comemora cinco anos com dois bilhões de visitantes por dia

‘Este mês, o YouTube comemora cinco anos de existência e anuncia um marco: o portal superou o número de dois bilhões de visitantes por dia. ‘É quase o dobro da audiência do horário nobre das três principais cadeias de televisão americanas combinadas’, diz a empresa, em comunicado.

Para celebrar o aniversário, o site lançou a campanha ‘My YouTube Story’, onde os internautas podem contar suas histórias pessoais sobre o YouTube. A página comemorativa também traz uma linha do tempo, com os vídeos que se destacaram nestes cinco anos.

‘O que começou como um site para vloggers de quartos e vídeos virais se desenvolveu em uma plataforma global que suporta HD e 3D, transmite temporadas esportivas inteiras ao vivo para mais de 200 países’, diz o comunicado.’

 

TRIBUNAL

Comandante chamado de covarde em programa de TV ganha indenização

‘A TV Cultura S.A., afiliada da Record News em Santa Catarina, foi condenada a pagar indenização por danos morais ao ex-comandante da Polícia Ambiental do estado Rogério Rodrigues. A multa foi fixada em R$ 30 mil.

O motivo da condenação foi um comentário do apresentador do programa ‘Record em Alerta’, exibido em agosto de 2002. Em reportagem sobre a demolição de um imóvel situado em área de preservação permanente, Rodrigues foi chamado de ‘incompetente’ e ‘covarde’.

‘Vai dar morte e o culpado vai ser esse comandante incompetente da Ambiental. Por que, seu comandante, tu não vais fazer justiça nos grandes loteamentos de ricos, Laguna, Palmas, Jurerê Internacional, Santinho… Por que tu não vais, seu covarde? Porque lá só tem pobre’, disse o apresentador.

Para o relator do processo, desembargador Edson Ubaldo, ‘tachar um militar de covarde, sem que ato algum de covardia tenha sido por ele praticado, é ofensa das mais graves, posto que as palavras com que foi classificado ferem a fundo sua honra de cidadão e militar’.

Com informações do TJ-SC.’

 

TRABALHISTA

Izabela Vasconcelos

Sindicato acusa Gazeta Mundial de obrigar jornalistas a atuarem como PJs

‘O Sindicato dos Jornalistas do Paraná acusa a Gazeta Mundial, jornal da cidade de Toledo, de obrigar os profissionais a atuarem como PJs, além de outras irregularidades trabalhistas. A empresa admite o interesse de que os jornalistas se tornem PJs, mas diz que não é uma exigência.

Segundo o sindicato, os profissionais não recebem o pagamento de horas extras, e a empresa não tem depositado o valor do FGTS nas contas dos funcionários, apesar de a contribuição constar nos contra-cheques. Além disso, a entidade diz que há alguns casos em que os jornalistas passaram meses sem carteira assinada. Outra irregularidade apontada é a falta de repasse dos 30% de adicional aos profissionais que utilizam seus próprios equipamentos em suas funções na empresa.

Ainda, de acordo com o sindicato, o pagamento aos jornalistas seria feito, em alguns casos, com cheques pré-datados. A entidade também cobra o pagamento da rescisão assinada no dia 03/05, referente ao mês de abril.

Por causa das denúncias, o sindicato alertou a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Paraná para que fiscalizasse a empresa, mas a investigação ainda não foi feita.

A empresa disse que está procurando resolver as pendências. ‘Vamos conversar com o sindicato. A empresa está trabalhando para resolver todas as questões’, afirmou Adão Pereira, diretor comercial do grupo.

Questionado sobre a exigência dos jornalistas abrirem uma empresa para se tornarem prestadores de serviço, Pereira negou a obrigatoriedade e falou de um acordo. ‘O Solano (dono do grupo) se reuniu com os jornalistas para conversarem e ver se chegam a um acordo. Não há nada obrigatório’, explicou.’

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo

Folha de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

Comunique-se

Carta Capital

Agência Carta Maior

Veja

Tiago Dória Weblog

O Globo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem