Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

ENTRE ASPAS >

Laura Mattos

01/09/2005 na edição 344


‘É a própria Glória Perez quem conta a cena e ri: em ‘Carmem’ (Manchete, 1987/88), de sua autoria, um casal briga; a mulher saca um revólver e dispara seis vezes contra o marido; acaba o capítulo; no episódio seguinte, o telespectador fica sabendo que a moça ‘conseguiu’, a menos de um metro do rapaz, errar todos os tiros.


Autora de ‘América’, Perez afirma no ‘Por Trás da Fama’ (exibido no canal Multishow) que esse é um dos maiores ‘absurdos’ que já escreveu. Mas são muitos outros, admite ela, com dificuldade para eleger o grande ‘despudor’ de sua obra. ‘É tudo tão despudorado’, diverte-se.


Está aí um resumo da escritora: não tem limites para chamar a atenção do telespectador e não se envergonha disso. Ao contrário, sente orgulho desse ‘abuso’, herdado de Janete Clair (1925-1983).


Sua estréia na televisão foi como colaboradora da veterana autora da Globo. Perez conseguiu enviar um texto a Clair, que estava com câncer e a chamou para ajudá-la a escrever ‘Eu Prometo’ (1982/83). ‘Ela me disse: ‘Vou te ensinar tudo porque não sei se vou chegar ao fim dessa novela, mas quero que essa novela chegue ao fim’.’


Clair acertou a sua previsão.


Na entrevista ao Multishow, Glória Perez fala também de como a infância no Acre, terra de lendas e aventuras, a ajuda na carreira: ‘Minha cabeça é ‘amazônica’. Tenho tantas idéias que às vezes preciso baixar a bola’.


Sobre a morte da filha, volta a falar em ‘injustiça’ e diz ter uma ‘sensação terrível’ com o fato de os assassinos estarem soltos. Conta que decidiu continuar a escrever ‘De Corpo e Alma’ (Globo, 1992/93), na qual atuavam Daniella e seu assassino, Guilherme de Pádua, ‘para não enlouquecer’. ‘Se não continuasse naquele momento, nunca mais iria escrever.’


Revela ser capaz de ‘descrever cada minuto’ do último dia que passou com a filha. ‘O tempo passa, mas esse tempo não passa.’


Por Trás da Fama


Quando: amanhã, às 14h; domingo, dia 4, às 8h e às 17h; no Multishow’



PÂNICO NA TV


Ancelmo Gois


‘Nada de ‘Pânico’’, copyright O Globo, 1/09/05


‘O desembargador Nagib Salibi Filho negou ontem pedido da Rede TV! para revogar a liminar que proíbe os apresentadores do ‘Pânico na TV’ de citar o nome ou mostrar a imagem da atriz Carolina Dieckmann.’


SBT


Cristina Padiglione


‘SBT perde ibope com nova grade ‘, copyright O Estado de S. Paulo, 1/09/05


‘O que Ana Paula Padrão tem a ver com um game show de Silvio Santos ou com uma novelinha teenager? Para os programadores do SBT, tudo. Para os medidores do Ibope, a conexão não existe.


Desde segunda-feira, o canal de Silvio Santos inaugurou nova ordem de fatores em seu fim de tarde para melhorar a audiência de seus programas. Ratinho e Ana Paula, cujos potenciais de audiência – cada um com seu público, bem dito – já não vinham sendo atingidos, perderam ainda mais com a reorganização (ou desorganização) da grade. Carlos Massa, agora no ar das 5 às 6 da tarde, obteve 7 de média na segunda e 5 na terça. A eterna reprise de Chaves, que vem em seguida, levantou o ibope para 9 de média, na segunda e na terça-feira. A novelinha teenager Rebelde, das 18h28 às 19h14 obteve 7 de média na segunda e caiu para 6 na terça. E o SBT Brasil, que estreou com 9 pontos, rendeu 6 de média na segunda-feira e 7 na terça. O horário de Ana Paula, ao menos, não sofreu alteração, mas é evidente o seu deslocamento nessa grade.


Silvio Santos, que comanda o game Family Feud após o noticiário, obtém 10 de média. Cada ponto equivale 49,5 mil domicílios na Grande São Paulo.


Enquanto a Record canta vitória sobre o SBT com o Tudo a Ver (das 17h45 às 19h20) , a rede da Anhangüera continua patinando nas estratégias. Ainda que se considere a hipótese de essa grade funcionar melhor que a anterior, é preciso que o telespectador da emissora tome conhecimento das novidades. Faltam chamadas durante a programação do SBT para promover as atrações da casa. Ontem, dia em que estava prevista a estréia do novo semanal noturno com Adriane Galisteu, poucos sabiam do fato. Anunciantes se queixavam de não terem visto nenhuma chamada na tela do canal.’


Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem