Sexta-feira, 05 de Junho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

‘Libé’ publica edição sem fotos para provar o valor da imagem

Por ‘OG’ em 19/11/2013 na edição 773

Para provar aos leitores a importância das imagens no jornalismo, a edição de quinta-feira [14/11] do diário francês Libération foi publicada sem qualquer fotografia. No lugar das fotos, retângulos em branco.

O jornal observou que a edição não representa um adeus à imagem, pelo contrário, trata-se de “uma forma de homenagem que a imagem merece”, pois “a fotografia é uma maneira de mostrar o mundo.” O diário também citou a situação “calamitosa” por que passam os fotógrafos, sobretudo aqueles que cobrem guerras.

“O Liberation dedica imensa gratidão à iconografia, aquela dos fotojornalistas mas também de fotógrafos de moda, retratistas e artistas conceituais. Com o passar dos anos, nossa paixão pela fotografia em todas as suas formas jamais foi abalada”, diz o texto na capa do jornal.

Fundado pelo filósofo Jean-Paul Sartre e pelo jornalista Serge July em 1973, no rastro dos protestos de maio de 1968, o Libération é conhecido pela sua inclinação à esquerda (que já foi bem mais forte do que hoje) e por suas manchetes fortes.

A publicação é também dada a lances como o desta quinta-feira. Em maio passado, o jornal causou polêmica ao fazer uma capa toda escrita em inglês (sem qualquer tradução para os leitores, aliás), uma estocada nos críticos de uma lei do governo que buscava autorizar aulas em língua inglesa nas universidades francesas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem