Sábado, 04 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

A crítica deselegante do blogueiro

Por Rafael Motta em 29/06/2010 na edição 596

É um verdadeiro absurdo a postura da imprensa em relação a Dunga. É certo que os veículos jamais perdoaram técnico qualquer, mas o que tenho visto, além de deselegante, é criminoso. Arnaldo Bloch, ‘blogueiro’ do Globo, chamou o técnico da seleção brasileira de ‘babaca’ e de ‘escroto’. A postagem tinha o objetivo de chamar a atenção dos leitores que apoiaram a postura agressiva de Dunga durante a polêmica coletiva de imprensa após o último jogo – irônico, não? Aqui está uma das inúmeras provas de que tanto a imprensa como nosso técnico não sabem aceitar críticas. Neste caso, porém, a coisa é mais grave, pois os próprios usuários foram atacados devido aos seus comentários (que podem ser lidos na página). Arnaldo mostra claramente que não sabe ler suficientemente bem e carece completamente de discernimento para moderar qualquer coisa.

***
Hoje [25/6], no jornal O Estado de S. Paulo, um texto sobre o Shopping Continental pede ao leitor para tomar cuidado, pois ao sair do dito estabelecimento corre-se o risco de parar em Osasco. Escrevi ao jornal reclamando e não tive retorno. Nunca vi um texto tão preconceituoso e não esperava uma coisa desse tipo em um jornal que se considera um dos maiores do país. Mas, desse modo, o Estado tira sua máscara e diz para quem escreve: para setores ignorantes, egoístas e atrasados da elite. Os mesmos que marcharam com Deus pela liberdade, que sentem falta do general Médici e que aplaudiram a invasão da PUC em 78. (Caio Augustu Pedroso Ramos, jornalista, Osasco, SP)

***
Como o OI é o canal de mídia, achei adequado para comentar sobre o site da AGU, a Advocacia Geral da União. Quando entrei no site achei que estava no lugar errado: a apresentação trazia homens jogando futebol. Olhei o nome estampado e estava correto, era a página da AGU. Logo que meus olhos baixaram daquela estampa que me surpreendeu vi as notícias e confirmei que o endereço estava correto. Voltei então ao que mais me pareceu um banner da CBF, no alto, e continuei sem entender aqueles homens de calção e meião onde se está mais para terno e gravata, mesmo em tempos de Copa do Mundo. Não sei se só em mim aquilo causou uma reação confusa e por isso compartilho aqui com os senhores. (Nídia Martins, jornalista)

***
Acabo de ler no Conversa Afiada o seguinte:

‘Em entrevista para o documentário Os Herdeiros de Vargas, Memórias do Brasil, Lula, que tinha oito anos quando Getúlio se matou, disse que só foi entendê-lo `muito tempo depois, quando virei político´. `No começo da vida sindical, eu não gostava dele. Depois, verifiquei que o povo gostava de Vargas. Foi ele quem criou tudo o que existe aí, como a Petrobras´.’

Segundo Lula, a culpa pelo golpe de 1964 `não foi dos americanos´, mas `da UDN, que se aliou às elites e aos militares para derrubar Jango´, assim como, prosseguiu o presidente, havia derrubado Getúlio. `A diferença dos meus dois governos para os de Vargas, JK e Jango é que no tempo deles os militares estavam na oposição, eu sou respeitado por eles e vice-versa.´’

Ao menosprezar a participação norte-americana no golpe de 1964 Lula fala como chefe de Estado. Não quer milindrar os gringos. Mas os gringos têm sim culpa no cartório. Está mais que documentado o fato de que de 1962 a 1964 a CIA gastou milhões de dólares na campanha suja da mídia que desestabilizou o governo Jango. Como também está mais que documentada a famigerada Operação ‘Brother Sam’. Naquele contexto de Guerra Fria, nem a elite nem o Exército brasileiro fariam qualquer coisa sem a aprovação do habitante da Casa Branca.

Os gringos têm sua parcela de culpa por todas as mortes e torturas que ocorreram a partir de 1964 e esta dívida ainda não foi resgatada. Não foi, mas ainda será. (Fábio de Oliveira Ribeiro, advogado, Osasco, SP)

******

Jornalista, Rio de Janeiro, RJ

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem