Sábado, 08 de Agosto de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO >

Um novo jornal para Roraima

Por Luiz Valério em 12/12/2006 na edição 314

Roraima é um estado brasileiro com menos de quatrocentos mil habitantes distribuídos em apenas 15 municípios. Mais de 60% da população roraimense estão concentrados na capital, Boa Vista, que dista apenas 212 quilômetros de Santa Elena, primeira urbe venezuelana. Trata-se de um estado encravado numa região de fronteira, portanto, estratégico para a segurança e os interesses nacionais. Mas que sofre com certo descaso do poder central do país.

Com tais características, Roraima sofria de um problema grave para as sociedades modernas: a carência de veículos de informação impressos que garantissem a pluralidade de opiniões e a possibilidade de o leitor comparar as diversas versões de um mesmo fato. Depois do fechamento do Jornal Brasil Norte, há mais de dois meses, restou apenas a Folha de Boa Vista, que nos seus 25 anos de existência tem uma relação de amor e ódio com os seus leitores, devido à indecisão na sua linha editorial.

Proposta

Sem uma outra alternativa de informação impressa, a população roraimense – ainda meio isolada dos grandes centros do país, pois só se sai de Roraima de avião ou, quando muito, vai-se de ônibus até Manaus – ficou obrigada a assistir programas jornalísticos televisivos e radiofônicos de qualidade duvidosa. As emissoras de rádio e televisão locais estão quase todas elas nas mãos de grupos políticos, que se digladiam durante a campanha eleitoral. A informação veiculada nesses meios sempre tem apenas um viés. E atende sempre a um interesse, que nunca é o do leitor/ouvinte/telespectador.

Diante desse quadro, um grupo de jornalistas, tendo como suporte a mão empreendedora do empresário Flavio Rabelo, resolveu ousar e fazer nascer um novo jornal diário no estado. O leitor roraimense conta, a partir desta quarta-feira, com uma nova opção de leitura informativa: o diário Roraima Hoje.

O jornal está em circulação, trazendo consigo a proposta de democratizar o acesso à informação e contribuir para a pluralidade de opinião, elemento tão necessário para que os cidadãos possam formar seu juízo de valor e tomar suas decisões. Com o slogan ‘A sua inteligência merece respeito’ o RH busca fazer um jornalismo comprometido com a ética e a qualidade da informação, além de textos bem escritos.

Compromisso

Qualquer sociedade, desde mais os remotos tempos, sempre precisou estar informada para evoluir como tal. E hoje, num tempo movido à informação em tempo real, mais do que nunca, é preciso termos informação confiável para que possamos nos posicionar no tecido social no qual estamos inseridos.

O jornalista americano Bill Kocach, diz no livro Os fundamentos do jornalismo, escrito em parceria com Tom Rosensntiel: ‘As pessoas precisam de informação por causa de um instinto básico do ser humano, que chamamos de Instinto de Percepção. Elas precisam saber o que está acontecendo do outro lado do país e do mundo (…) O conhecimento do desconhecido lhes dá segurança, permite-lhes planejar e administrar suas próprias vidas’.

É essa contribuição que o Roraima Hoje se propõe a dar aos leitores. O jornal pretende ser um contraponto ao que é produzido em termos de jornalismo no estado. Promete ser crítico de si mesmo e dos demais veículos. Assume o compromisso de ficar vigilante às ações do poder em todas as suas esferas. Compromete-se a fazer um jornalismo honesto, de inovar sempre buscando fazer o melhor para o público que pretende conquistar. Este é compromisso firmado no editorial da edição primeira do jornal.

******

Chefe de Redação do jornal Roraima Hoje (Blog Repórter)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem