Sexta-feira, 05 de Junho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

INTERESSE PúBLICO >

Mídia não acompanha debate no Congresso

Por Mauro Malin em 06/11/2013 na edição 771

O deputado Carlos Zaratini (PT-SP) rebateu declaração dada em entrevista pelo almirante reformado Mario Cesar Flores, ministro da Marinha do governo Fernando Collor (1990-92), segundo a qual o Congresso Nacional não discute a estratégia nacional de defesa. Zaratini concorda com a constatação de Flores de que a cobertura de imprensa sobre os problemas da defesa é muito limitada (ver “Estratégia de defesa é ignorada”), mas não com a afirmação de que, por não dar votos, o assunto é negligenciado.

O deputado preside a Frente Parlamentar da Defesa Nacional. Ele disse ao Observatório da Imprensa que o Congresso Nacional, ao contrário do que supõe o almirante, examinou e aprovou a Estratégia Nacional de Defesa. Zaratini informou também que a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados ouviu recentemente a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, a respeito de notícias sobre cortes que afetariam seriamente programas militares.

Segundo Zaratini, a discussão das questões de estratégia nacional foi estimulada no Congresso desde a década de 1990 pela atuação de dois deputados, Aldo Rebelo (PC do B-SP), hoje ministro do Esporte, e José Genoíno (PT-SP). O deputado disse também que existe entre parlamentares uma preocupação específica com o possível desenvolvimento de setores industriais ligados à preparação bélica, o que explica o fato de o jornal Valor dedicar ao assunto uma cobertura mais expressiva, de que é exemplo o noticiário sobre o 2o Seminário Estratégia Nacional de Defesa, realizado no Congresso em fevereiro de 2012, com a participação, entre outros, do ministro da Defesa, Celso Amorim.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem