Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

ENTRE ASPAS >

Colunista do caso Valerie Plame foi investigado

25/05/2010 na edição 591

Quando o comentarista político Robert Novak morreu, em agosto do ano passado, quase todos os obituários publicados nos jornais americanos foram abertos com o fato de ele ter revelado a identidade da agente da CIA Valerie Plame em 2003 – o que deu início a uma investigação federal que levou à condenação de Lewis Libby, então chefe de gabinete do vice-presidente Dick Cheney, por perjúrio e obstrução da justiça. Esta não foi, no entanto, a primeira vez que Novak se envolveu em um caso de vazamento de informações sigilosas, revelou na semana passada Joe Stephens, do Washington Post [21/5/10].

Documentos do FBI obtidos a pedido do diário depois da morte de Novak revelam que a agência tentou encontrar a fonte de duas colunas escritas por ele e seu parceiro, Rowland Evans, em 1983 e 1987, e também investigou informações sigilosas reveladas por ele em 1983 no programa de TV The McLaughlin Group. Embora agentes tenham feito entrevistas, revisado anotações em agendas, pedido testes poligráficos e até considerado usar uma intimação para obter registros telefônicos, aparentemente não conseguiram confirmar a identidade de nenhuma das fontes.

Israel e mísseis

A coluna escrita por Novak em 1983 revelava informações de um telegrama do secretário de Estado George Schultz ao ministro da Defesa de Israel Moshe Arens, informando-lhe que os EUA haviam aprovado licenças de transferência de tecnologia, permitindo o desenvolvimento de aeronaves militares, e sugerindo que a aprovação havia sido feita em troca de um acordo com Israel para retirar tropas do Líbano.

Na coluna de 1987, foram revelados dados sobre mísseis nucleares. Os documentos não trazem informações, no entanto, das informações reveladas no programa de TV. Por lei, documentos do FBI tornam-se públicos depois da morte da pessoa que estava sendo investigada. A coluna de Novak, ‘Inside Report’, escrita com Evans durante 30 anos, era replicada em diversos veículos de comunicação. Com informações da Editor&Publisher [20/5/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem