Quinta-feira, 28 de Maio de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

MEMóRIA >

Jornalão fez cobertura positiva no primeiro ano de governo

27/03/2012 na edição 687

O presidente Barack Obama esteve em uma “lua de mel” com o New York Times em seu primeiro ano de governo, concluiu um estudo produzido por Stephen J. Farnsworth e S. Robert Lichter, das universidades Mary Washington e George Mason. Lichter e Farnworth usaram análise de conteúdo, técnica que permite que pesquisadores classifiquem declarações de maneira objetiva e sistemática de acordo com regras explícitas e critérios claros.

O estudo comparou as matérias de primeira página do New York Times no primeiro ano presidencial de Obama com as dos presidentes Ronald Reagan, Bill Clinton e George W. Bush, e concluiu que o jornalão adotou um tom mais positivo com relação ao atual presidente. “O primeiro e talvez mais importante resultado é que o New York Times teve uma lua de mel presidencial com Obama”, relataram os autores. “Também suspeitamos que a cobertura deste influente jornal ajudou a moldar a cobertura da nova administração por outros veículos, especialmente em tempos de orçamento apertado”.

Os pesquisadores já haviam estudado este “momento lua de mel com a presidência”: “repórteres de jornais e emissoras de TV, talvez ansiosos para se valorizarem com funcionários da Casa Branca que poderiam se tornar fontes regulares, davam ao novo presidente e sua equipe um período relativamente favorável à cobertura”. Este comportamento, no entanto, acabou com o fim da Guerra Fria. Os primeiros meses de Bill Clinton foram duros, assim como a controversa eleição que levou George W. Bush à presidência, e a imprensa não teve dó.

Assim, a sensação de “lua de mel” parecia ter acabado. A eleição de Obama em 2008, no entanto, muda novamente o panorama. A vitória do primeiro presidente negro da história dos EUA trouxe uma onda de entusiasmo do público e da imprensa, no que agora parece ter sido uma grande expectativa coletiva por um governo de transformação. Veja mais informações do estudo aqui. Informações de Andrew Beaujon [Poynter, 7/3/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem