Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Emissora inicia transmissões para a África

Por Mariana Tokarnia em 26/05/2010 na edição 591

A partir de segunda-feira (24/5), a TV Brasil poderá ser assistida em 49 países da África. O canal internacional foi lançado pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) em evento que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Franklin Martins, e de representantes das comunidades africanas. A programação chega ao exterior seguindo os passos de outras emissoras públicas, como a inglesa BBC e a espanhola TVE.


O slogan, ‘TV Brasil Internacional, o Brasil onde você estiver’, fala por si. O objetivo inicial será levar a programação, toda em português, para os brasileiros que vivem no exterior.


Segundo a divulgação feita pela EBC, o canal será ‘destinado a divulgar informações sobre o país, a cultura, o povo, as riquezas e as oportunidades’. A programação será a mesma veiculada no Brasil, com acréscimo de três programas: o telejornal Repórter Brasil, o programa Brasileiros no Mundo, que debaterá grandes temas mundiais sob a ótica brasileira; e, Fique Ligado, uma espécie de agenda cultural que divulgará os eventos de artistas do Brasil que ocorrem pelo mundo.


Durante o lançamento, o presidente Lula exaltou o caráter da emissora, numa clara resposta ao rótulo criado pela oposição à TV Brasil: ‘Não é uma TV do Lula, é uma TV pública’. Para o presidente, a TV Brasil Internacional é uma política de Estado que visa fortalecer a nação brasileira. Isso é também fundamental para se construir uma imagem do país no exterior.


O ministro Franklin Martins exaltou a inauguração como mais uma conquista da EBC. No rol dos feitos da estatal, Martins citou a constituição da Rede Nacional de Comunicação Pública, que teria conseguido levar uma programação diferenciada para os estados, e a veiculação da programação do canal na internet.


Brasileiros no mundo


Segundo dados divulgados pela própria EBC, atualmente, são cerca de três milhões de brasileiros vivendo fora do país. Este número justificaria o investimento, porém a direção da estatal registra ainda que o projeto tornou-se uma urgência após demanda neste sentido ter sido evidenciada na II Conferência de Brasileiros no Mundo, organizada pelo Itamaraty em outubro passado.


Os dados do perfil da população brasileira no exterior somados às questões linguísticas levaram a EBC a selecionar 49 países africanos como os primeiros a receberem a programação brasileira. Além de cinco dos nove países que têm o português como língua oficial estarem na África, a EBC, desde sua fundação, manteve relação diferenciada com o continente. A TV Brasil foi a primeira emissora do país a ter correspondente fixo na região.


Os planos, no entanto, vão além. Já existem acordos sendo firmados para veiculação da TV Brasil Internacional nos Estados Unidos e América Latina.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem