Quinta-feira, 28 de Maio de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Síria suspenderá proibição ao Facebook

09/02/2011 na edição 628

Autoridades sírias cancelarão uma proibição de cinco anos ao Facebook, em uma atitude vista como uma medida de ‘apaziguamento’ destinada a evitar protestos no país, após revoltas recentes no Egito e na Tunísia. O movimento surpreendente foi tomado depois de manifestações na capital, Damasco, na semana passada, em solidariedade às do Egito, no que ficou conhecido como ‘dia de ira’.


Em uma rara entrevista, o presidente da Síria, Bashar al-Assad, contou ao Wall Street Journal na semana passada que ele aprovará reformas políticas este ano, destinadas a realizar eleições municipais, conceder mais poder a organizações não-governamentais e estabelecer uma nova legislação de mídia. Mesmo sendo proibidos no país, o Facebook e outros sites, como o YouTube, são muito populares entre os sírios, que têm acesso a eles por meio de servidores internacionais. ‘Já acessamos o Facebook, então não sei que diferença faz’, desabafou um usuário da rede social, identificado apenas como Ahmad.


Na opinião de Mazen Darwish, do Centro Sírio para Mídia e Liberdade de Expressão, a iniciativa é positiva e reflete uma nova confiança no povo sírio. ‘Depois do que aconteceu na semana passada, autoridades agora sabem que o povo sírio não é o inimigo. Não somos estúpidos e sabemos como usar estes sites com inteligência’, afirmou. ‘A decisão significa uma mudança na ideia de que a população precisa, de alguma forma, ser controlada. Espero que este seja um primeiro passo em um programa de reformas mais amplo’. Informações de Lauren Williams [The Guardian, 8/2/11].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem