Domingo, 27 de Setembro de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

Programa nº

>>O deboche anunciado
>>Observatório na TV

Por Luciano Martins Costa em 24/08/2010 | comentários

Ouça aqui

Download

O deboche anunciado

Com destaque na Folha de S.Paulo, vira notícia recorrente, neste começo de semana, a eventual mobilização dos partidos com vistas ao período pós-eleitoral.

A imprensa garante que aliados do atual governo, diante da possibilidade de vitória de sua candidata já no primeiro turno, discutem a partilha dos melhores cargos no futuro ministério.

Por outro lado, afirmam os jornais, a oposição reconhece que corre sério risco de ver sua presença reduzir-se gravemente no cenário nacional e começa a discutir estratégias para sua sobrevivência nos Estados onde ainda possui a maioria dos eleitores.
 
A se  julgar pelo noticiário, nos dois lados do espectro político predomina a convicção de que a tendência mostrada pelas últimas pesquisas de intenção de voto deverá se acentuar ainda mais nas futuras rodadas de consulta aos eleitores, o que significa que a diferença em favor da candidata Dilma Rousseff pode aumentar nas próximas semanas.

A terceira via, representada pela senadora Marina Silva, não conseguiu se descolar do discurso ambientalista e ficou muito aquém de sua ambição inicial – a de repetir no Brasil o fenômeno Barack Obama.

Os chamados partidos de esquerda seguem sendo uma mera curiosidade no horário eleitoral.
 
Em meio ao ruído das declarações de campanha, quando a verdade costuma desaparecer sob o amontoado de factóides inventados pelos “marqueteiros”, é possível pinçar algumas informações curiosas sobre o que realmente preocupa os políticos, segundo a imprensa.

Em primeiro lugar, nota-se que não há referências, nem no discurso dos governistas, nem no da oposição, a planos de reforma em questões que a própria imprensa vinha discutindo nos meses anteriores.

Não se fala em mudança no sistema tributário, nada de reforma política, nenhuma palavra sobre alterações no sistema de financiamento das campanhas eleitorais.
 
A grande preocupação dos principais grupos políticos parece ser a formação de bancadas sólidas no Congresso.

Nem que para isso tenham que eleger cidadãos claramente desqualificados para o mandato.
Impedidos, pela legislação eleitoral, de debochar dos candidatos em período de campanha, os humoristas não terão do que reclamar. Afinal, pelo que tudo indica, vão acabar ganhando a maior bancada, que será liderada pelo futuro deputado Tiririca.

A imprensa, pelo jeito, acha graça desse deboche.
 
Observatório na TV

Alberto Dines:

– É o julgamento do século ou, pelo menos, da primeira década do século XXI. Mas é um julgamento secreto, clandestino, só conheceremos o veredicto final e talvez quando for demasiado tarde. O caso da iraniana Sakineh Ashtiani, acusada de adultério e cumplicidade na morte do marido, está comovendo o mundo, sobretudo porque se condenada pelos aiatolás será morta a pedradas.

A mídia internacional acompanha o caso mas no estilo contemporâneo, intermitente, fragmentário. Nenhum veículo adotou a causa como sua. Hoje há causas demais e indignação de menos. Isto nos remete a um outro julgamento que empolgou o mundo há mais de um século na França, o famoso Caso Dreyfus, o capitão do exército francês  condenado à prisão perpétua na Ilha do Diabo por um crime que não cometeu.

Nosso Rui Barbosa, então no exílio inglês, indignou-se. O grande escritor Emile Zola produziu a mais importante manchete de todos os tempos: “Eu Acuso”, denunciando o presidente da República francesa por acobertar um erro judicial. Alguém hoje teria a mesma coragem de Emile Zola ? Aquele idealismo e aquela bravura do final do século 19 seriam possíveis nestes tempos modernos?

O papel da mídia no julgamento de Sakineh Ashtiani é o assunto da edição de hoje do “Observatório da Imprensa” na TV-Brasil, 10 da noite, ao vivo em rede nacional. Em S. Paulo pelo Canal 4 da Net e 181 da TVA.

Todos os comentários

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 2625 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem