Terça-feira, 14 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

VOZ DOS OUVIDORES >

José Queirós

15/06/2010 na edição 594

‘Sob este título, que surgirá periodicamente, recuperam-se alguns casos que não foi possível tratar, por falta de espaço, na edição em papel do PÚBLICO. Trata-se, em geral, de temas resultantes de reclamações ou dúvidas dos leitores e que foram objecto de comentários ou explicações da redacção do jornal.

Marcelo e os horários televisivos

Luís Sobral, subdirector da TVI, queixou-se do facto de no PÚBLICO (edição de 25 de Maio) se ter escrito que, no anterior domingo, ‘a TVI encurtou o Jornal Nacional para ‘fugir’ à emissão dos Globos de Ouro da SIC e conseguiu ser o noticiário mais visto do dia’. A frase constava de um artigo intitulado ‘Menos espectadores no regresso de Marcelo à TVI’, assinado por M.L. (Maria Lopes). A jornalista, a quem pedi que comentasse a queixa, explica porque escreveu a frase em questão.

Mensagem do subdirector da TVI

‘ (…) Uma vez que nenhuma fonte é citada, seria útil saber, se tal não constituir violação da deontologia jornalística, de que forma chegou o autor à informação de que o Jornal Nacional foi encurtado. Esta afirmação pressupõe que ao domingo o Jornal Nacional costuma terminar depois das 21:14. Pois bem, será possível que o autor indique quantas vezes – por exemplo nos últimos seis meses – terminou o Jornal Nacional da TVI, ao domingo, depois das 21:14? Se não possuir esta informação terei de concluir que escreveu sobre algo que não domina, e sem rigor. O que não se recomenda (…) ‘.

Luís Sobral

Subdirector TVI

Explicação da jornalista

‘Não está, de facto, citada qualquer fonte, embora a informação de que se tinha optado por um formato mais curto naquele domingo do arranque do comentário de Marcelo Rebelo de Sousa me tenha sido comentada numa conversa sobre o assunto. (…) E tendo em conta a informação que me tinha sido dada sobre a duração do Jornal Nacional, analisei também a duração habitual dos programas de MRS. Na anterior colaboração de MRS com a TVI, para poder acomodar o comentário do professor, o Jornal Nacional estendia-se quase até às 22h. Na RTP1, MRS ocupava, inicialmente, meia hora de antena no seu programa ‘As Escolhas de Marcelo’, tendo depois sido ligeiramente encurtado. Ora, sendo certo que o Jornal Nacional de domingo tem ocupado a antena até cerca das 21h15/21h20, ao passar a ocupar 25 minutos do noticiário com o comentário de MRS, a TVI ou ‘encolhe’ o tempo dedicado à emissão de notícias para poder manter a duração total do programa, ou soma o tempo de comentário ao tempo de notícias – o que obrigará a estender o Jornal Nacional.

O que queria dizer na afirmação citada pelo subdirector da TVI é que o tempo dedicado ao noticiário do Jornal Nacional de domingo 23 de Maio foi encurtado para que conseguisse abarcar os 25 minutos de comentário de MRS sem grande alteração na duração total do programa. A TVI pôde assim começar a emitir a novela ‘Mar de Paixão’ (21h14) quase em cima do arranque da primeira parte da transmissão da cerimónia dos Globos de Ouro na SIC (21h08) – um programa que se adivinhava de forte concorrência à restante oferta televisiva da noite de domingo. Com a mais-valia do comentário de MRS, o Jornal Nacional conseguiu ser o noticiário mais visto do dia, algo que não costuma acontecer’.

Maria Lopes

Réplica do subdirector da TVI

‘ (…) O que foi escrito é diferente do que a autora ‘queria dizer’, o que é pena. E no entanto bastaria ter perguntado para obter um esclarecimento. Como sabemos, nem tudo é exactamente o que parece. Nunca a TVI disse que o seu Jornal Nacional passaria a ter, ao domingo, 80, 90 ou 100 minutos’.

Luís Sobral’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem