Segunda-feira, 06 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

VOZ DOS OUVIDORES >

Mara Gama

04/05/2010 na edição 588

‘No dia 27, o UOL deu destaque em sua home page para a mais recente pesquisa sobre torcidas de futebol no Brasil feita pelo Datafolha.

A pesquisa foi realizada pela primeira vez em 1993 e é feita com regularidade desde 2000. A metodologia é a mesma das pesquisas eleitorais e está publicada no site do instituto:

‘A pesquisa do Datafolha é um levantamento por amostragem estratificada por sexo e idade com sorteio aleatório dos entrevistados. O universo da pesquisa é composto pela população com 16 anos ou mais do país. A margem de erro máxima é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos considerando um nível de confiança de 95%. Isto significa que se fossem realizados 100 levantamentos com a mesma metodologia, em 95 os resultados estariam dentro da margem de erro prevista’.

O título da home page do UOL foi ‘Fla e Corinthians têm empate de torcedores, segundo pesquisa’.

A escolha do destaque para o empate técnico foi, segundo o jornalista responsável pela home page, Alexandre Gimenez, pelo ineditismo do fato. Foi a primeira fez que os dois times que sempre estiveram à frente na preferência tiveram empate técnico na história desta pesquisa. ‘Julgamos o fato relevante’, explicou Gimenez.

Na pesquisa anterior, feita em dezembro de 2009, o Flamengo era o time preferido de 19% dos entrevistados e o Corinthians, o time preferido de 13% dos entrevistados. Na pesquisa de abril de 2010, 17% dos entrevistados disseram que o Flamengo é seu time e 14% afirmaram preferência pelo Corinthians. Como a margem de erro é de 2 pontos percentuais, foi considerado empate técnico.

Na página interna, em UOL Esporte, o título destaca o mesmo aspecto do resultado da pesquisa, porém com o uso da expressão ‘empate técnico’: ‘Pesquisa aponta empate técnico entre torcedores corintianos e flamenguistas’.

A Folha de S. Paulo também optou por destacar o empate técnico: ‘Pesquisa iguala as maiores torcidas – Adversários na Libertadores, Flamengo e Corinthians estão empatados tecnicamente em torcedores, aponta Datafolha’ (só para assinantes).

No site do Datafolha, a pesquisa é apresentada da seguinte forma, em texto do dia 28 de abril:

‘Flamengo e Corinthians são os times com as maiores torcidas’: ‘Flamengo e Corinthians são os times com as maiores torcidas entre os brasileiros. Perguntados sobre time de preferência, 17% dizem que o Flamengo é o seu time. Entre a última pesquisa, em dezembro de 2009, o time rubro-negro oscilou negativamente dois pontos, já que ele tinha 19% das menções no final do ano passado. O Corinthians, que possuía 13% em dezembro, oscilou para 14% caracterizando empate técnico entre as duas maiores torcidas brasileiras. O São Paulo, hoje com 8% das citações, não sofreu alterações. Já o Palmeiras obteve 6% das citações, seguido pelo Vasco da Gama (4%). Cruzeiro, Grêmio e Internacional (RS) detêm 3% da preferência. Santos e Atlético (MG) possuem 2% cada e ainda Botafogo (RJ), Fluminense (RJ), Bahia, Sport Recife, Vitória (BA), e Portuguesa detêm 1% das citações. Um quarto dos brasileiros (25%) não possui time de futebol preferido’.

O leitor Sergio enviou mensagens para a ombudsman do UOL questionando a divulgação, os motivos e a própria pesquisa:

‘Gostaria de saber quem encomendou e qual foi a metodologia da pesquisa que alega a tese de empate técnico entre o Flamengo e o Corinthians em torcida’. Sergio perguntou também qual foi a pergunta feita aos entrevistados, quantas pessoas foram entrevistadas, por que a pesquisa foi divulgada às vésperas de um jogo importante e se houve algum interesse não jornalístico na divulgação.

Conversei com o diretor do Datafolha, Mauro Paulino, sobre o assunto.

Paulino informou que as pesquisas sobre futebol são feitas junto com as eleitorais: ‘Na mais recente pesquisa de intenção de voto incluímos algumas caronas sobre as expectativas dos brasileiros em relação à Copa do Mundo. Sempre que pesquisamos assuntos sobre futebol controlamos também o time de preferência para cruzar as respostas. Como havia o gancho do jogo Corinthians x Flamengo, a Folha decidiu divulgar os números atualizados das torcidas’.

À pergunta ‘Qual o time de futebol de sua preferência’, responderam 2600 entrevistados, em 144 municípios brasileiros. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais. ‘A pesquisa é representativa dos brasileiros acima de 16 anos’. Paulino informa que os resultados completos da pesquisa – incluindo bases estatísticas e cruzamentos – estão disponíveis no site do Datafolha.

Como na amostragem de dezembro de 2009 foram ouvidas 11.258 pessoas e nesta de abril foram ouvidas 2600, perguntei ao diretor do Datafolha se é correto do ponto de vista estatístico comparar os resultados dos dois levantamentos. ‘Sim, quando as amostras são representativas do mesmo universo. No caso, população brasileira acima de 16 anos’, disse Paulino.

Para Paulino, ‘o verdadeiro valor da informação dada pelo Datafolha é que o Flamengo conta com cerca de 22 milhões de torcedores. O Corinthians com cerca de 17 milhões. Se há empate técnico ou não é o menos importante. O fato relevante é que, no Brasil, a proporção de torcidas permanece estável. Isso não acontece, por exemplo, com religião, que no mesmo período mudou significativamente já que cresceu o número de evangélicos e diminuiu o de católicos. Em suma, o brasileiro pode mudar de religião, mas não de time’. E pergunta: ‘De que forma os empresários ligados ao futebol e os dirigentes trabalham essa informação? O que foi feito nos últimos 17 anos – período em que o Datafolha tem divulgado as proporções de torcidas – para reverter esse contingente de simpatizantes em benefícios para os clubes e para o futebol?’

A conta para chegar ao número de torcedores é baseada na estimativa de 2009 do IBGE, segundo a qual a população total do Brasil é de 191.480.630. Destes, 68,32% têm idade acima de 16 anos, o que corresponde a 130,8 milhões de habitantes. 17% de 130,8 milhões = 22 milhões. A margem de erro de 2%, portanto, representa 2,6 milhões de torcedores.

Perguntei a Paulino qual seria, na opinião dele, o motivo para esta mudança nos números da pesquisa das torcidas, em apenas 4 meses, já que a amostragem de dezembro mostrava Flamengo com 19% e Corinthians com 13% naquela ocasião.

‘O Flamengo sagrou-se campeão brasileiro de 2009 no dia 6 de dezembro. O Datafolha foi a campo entre os dias 14 e 18, logo após a conquista do título, e apurou 19% para a torcida do Flamengo. Essa taxa vinha estável entre 16% e 17% desde 2002. Agora, com pesquisa feita após campanha instável na Taça Libertadores, com crises internas que resultaram na queda do técnico Andrade, a torcida do Flamengo voltou ao seu patamar histórico de 17%. Parece-me claro que os 19% do final do ano refletiram a euforia momentânea do título conquistado, o que levou uma parcela um pouco maior de torcedores a optarem pelo Flamengo naquela ocasião. Agora, passada a euforia do título, a proporção de flamenguistas voltou ao seu patamar histórico. Em resumo: logo após a conquista do título nacional cerca de 24 milhões de brasileiros declaravam-se flamenguistas. Hoje, passada a euforia, esse número volta aos 22 milhões de antes do título.’

Considero este tipo de contextualização indispensável para compreender os números da pesquisa. Não vi estas informações no UOL. Fizeram falta.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem