Sábado, 11 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

ENTRE ASPAS >

Mara Gama

11/05/2010 na edição 589

‘O leitor Luiz ficou insatisfeito com as informações que o UOL ofereceu pela manhã sobre o anúncio feito pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), a respeito de plano de demolição do elevado Costa e Silva, o Minhocão.

‘‘Kassab anuncia projeto para demolir minhocão’’. Uma baita manchete com quatro linhas de reportagem! Quase que a manchete ficou maior do que a matéria. Onde estão as regras do jornalismo: o que, quem, quando, onde, e por que. Detalhes! Mais detalhes ou então não fala nada!’, escreveu, em mensagem para a ombudsman.

De fato, no momento da manchete, o que existia era a declaração de Kassab sobre o plano de revitalização do entorno ferroviário da cidade, que prevê o enterramento de 12 km de trilhos, uma nova via expressa e a eliminação do elevado Costa e Silva.

A ideia de destruir o Minhocão não é nova. Já fez parte de plataforma eleitoral. Tem defensores e detratores. De qualquer forma, o que se sabe é que um plano desta ordem não se executa da noite para o dia.

O anúncio foi feito por Kassab durante um evento público na manhã de quinta. A Folha Online registrou o fato e publicou nota. A home page do UOL manchetou. Mais tarde, a prefeitura foi questionada e afirmou à Folha Online que não havia estudo sobre a viabilidade financeira do projeto.

Alertada pelo e-mail do leitor, questionei a Redação do UOL sobre a falta de informações mais precisas sobre o projeto. Segundo a Redação, a assessoria de imprensa da Prefeitura não forneceu mais informações sobre o plano. Para cobrir o assunto, a Redação optou por entrevistar especialistas, entre eles o urbanista Candido Malta Campos Filho, sobre a ideia.

Foi produzido também um álbum de fotos. Na hora de legendar as fotos, a Redação do UOL errou, dando por certo que a obra seria concluída na gestão Kassab: ‘O elevado Costa e Silva, conhecido popularmente como Minhocão, será demolido pela atual gestão da prefeitura de SP. Gilberto Kassab (DEM) anunciou nesta quinta-feira (5) o projeto de revitalização que faz parte de uma série de mudanças urbanas previstas para as regiões Lapa/Brás, Mooca/Vila Carioca e Rio Verde/Jacu. Os moradores dos prédios ao lado do Minhocão sofrem com o barulho e a poluição dos carros’.

Corrigiu o texto de noite, retirando a informação sobre a data de conclusão do projeto. Foi produzida uma errata.

No começo da noite, a home page do UOL destacou opinião de especialistas sobre a possível demolição do Minhocão: ‘Especialistas em tráfego e arquitetura apoiam possível demolição do Minhocão’

O prefeito de São Paulo poderia ser questionado sobre a forma como o projeto foi anunciado e o que imagina que poderia ser feito durante sua gestão.

Corinthians x Flamengo

Os leitores Carlos e Francisco criticaram a cobertura do jogo de Flamengo x Corinthians no UOL. Eles acham que o portal privilegia os interesses do público de São Paulo.

Carlos diz que esperava uma postura mais nacional do portal, mas que se decepcionou porque o UOL ‘sempre privilegia os clubes de SP em suas manchetes, diminuindo os feitos dos adversários’.

Francisco escreveu: ‘Não sou e jamais serei Flamengo. E muito menos Corinthians. Mas escrevo para questionar as manchetes e os diversos títulos de blogueiros do UOL, um dia após o jogo do Fla com o Corinthians: (Na visão UOL, jogo do Corinthians contra… ah! isso não importa). As lágrimas, aplausos… dizem respeito ao time de SP certamente. E em relação ao time do RJ? Não é importante dizer que há sorrisos, festa, euforia? O portal é direcionado exclusivamente para o público paulista; ou por um mísero instante ele tem a pretensão de ser nacional/mundial? Se em 99,99% dos casos a análise dos fatos é feita sob a ótica dos clubes de SP, porque submetê-lo aos leitores de outras praças? Tudo isso ocorre por estratégia comercial? Ocorre deliberadamente? Ou ocorre por pura ingenuidade?’.

O editor de Esporte, Murilo Garavello, discorda da análise de que o UOL tenha focalizado o duelo sob um prisma paulista. O editor enumera conteúdos e destaques para assuntos relacionados ao Flamengo. ‘Na tarde desta quinta, por exemplo, em UOL Esporte, a manchete e as duas relacionadas principais a ela dizem respeito ao Flamengo’, diz Garavello.

O editor também aponta a quantidade de notícias referentes ao Flamengo no índice de notícias:

E aponta entre estes conteúdos reportagem que narra a reação da torcida flamenguista durante o jogo: ‘Depois de sofrer, flamenguistas tripudiam sobre corintianos’

Garavello admite que o Corinthians mereceu atenção diferenciada por três motivos: o ano de seu centenário, os investimentos gigantescos e o clube ter dois craques que defenderam o Brasil nas últimas três Copas do Mundo – Ronaldo e Roberto Carlos. ‘Mas creio que conseguimos cobrir o assunto em diversos ângulos diferentes’, diz o editor.

Analisando o álbum de fotos do jogo, o número de fotos dedicadas à celebração da vitória e o número de fotos dedicadas ao choro pela derrota são equivalentes – 9 x 10.

Mas não há como negar que as fotos do drama superam em força e expressividade as fotos da celebração da vitória. Algumas hipóteses não excludentes: (a) As fotos de drama sempre são mais fortes que as fotos de alegria; (b) Um time que vence fora de casa não tem condição de fazer uma festa tão grande – pelo número reduzido de torcedores que podem viajar e por eles não poderem comemorar com exuberância, por motivo de segurança; (c) Vitória sem placar positivo é menos empolgante. (d) A vitória ainda não deu o título da competição ao Flamengo.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem