Sábado, 04 de Julho de 2020
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1074
Menu

ENTRE ASPAS >

Técnico francês culpa imprensa por fracasso na Copa

Por Leticia Nunes (seleção de textos) em 30/06/2010 na edição 596


Leia abaixo a seleção de quarta-feira para a seção Entre Aspas.


 


************


O Estado de S. Paulo


(www.estadao.com.br)


Quarta-feira, 30 de junho de 2010


 


COPA


Domenech culpa imprensa por crise e fracasso francês


‘Os parlamentares que participaram de uma audiência fechada sobre o fiasco da seleção francesa na Copa do Mundo se queixaram de que o técnico Raymond Domenech se recusou nesta quarta-feira a aceitar a responsabilidade pela má conduta do plantel e não deu explicações, apenas culpando a imprensa pela crise.


Os legisladores disseram que Domenech, que deixou o cargo, tentou culpar a imprensa durante a audiência. O parlamentar Jean-Francois Cope indicou que o testemunho do treinador ‘não foi muito digno’.


A França, campeã mundial em 1998 e finalista há quatro anos, foi eliminada na primeira fase na África do Sul sem ganhar uma partida. Além disso, os jogadores se recusaram a realizar um treinamento depois que o atacante Nicolas Anelka foi dispensado por insultar Domenech.


Os legisladores disseram que o técnico culpou o diário esportivo L’Equipe, que publicou a informação sobre os insultos do atacante, pela crise. Domenech também afirmou que o jornal explicou mal o incidente. ‘A única coisa que disse Domenech é ‘é a imprensa, é a imprensa’’, se queixou o legislador Bernard Debre.


Outros adotaram palavras mais suaves para o presidente da Federação Francesa de Futebol, Jean-Pierre Escalettes, que renunciou ao cargo e também participou da audiência na comissão de cultura e educação da Assembleia Nacional.


O encontro foi realizado apesar de uma advertência da Fifa de que o governo francês não deve interferir em assuntos do futebol. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que a seleção poderia ser suspensa se o presidente Nicolas Sarkozy ou outros líderes políticos interferissem na federação.


Os legisladores contestaram Blatter e disseram que ele não pode falar como fazer seus trabalhos. ‘A Fifa não pode ameaçar legisladores franceses, estamos em uma democracia e os parlamentares têm o direito de escutar a quem quiser’, indicou o legislador Eric Ciotti.


‘Isto não se trata só de futebol, se trata da França. Nossa honra está em jogo’, completou o legislador Jacques Remiller. Ele indicou que a audiência foi ‘uma desilusão e nada convincente’. ‘Terá que haver mais renúncias na federação, porque os problemas são muito profundos’.’


 


 


AGRESSÃO


Eduardo Roberto


‘Imagina o que não fazem com um anônimo?’, diz Gentili sobre confusão com policiais no ‘CQC’


‘‘Se eles fazem isso com duas câmeras gravando, imagina o que não fazem com um anônimo?’, disse ao estadão.com.br o humorista e repórter Danilo Gentili nesta terça-feira, 29. Ele afirma ter sofrido agressão por policiais durante a gravação do quadro ‘Proteste Já’ do ‘CQC’ da Band, na terça passada, 22. A confusão se deu com a Guarda Civil Metropolitana (GCM) da cidade de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. O quadro foi ao ar na noite de ontem.


Após conversar com todos os entrevistados, a equipe se dirigia para fora de uma escola quando foi abordada por cinco guardas municipais, que diziam que eles não poderiam sair do local, e que seriam levados à delegacia. ‘Até então eu estava rindo, levando na brincadeira. Mas depois que eles me puxaram para dentro da escola de novo começaram a agir com truculência, torcendo o meu braço’, afirmou o humorista. Segundo ele, a agressão deixou marcas: ‘Fiquei uns dois dias sentindo dores para dormir.’


O bate-boca durou cerca de uma hora, e até o Diretor da Guarda Civil de São Bernardo chegou até o local, e acompanhou os envolvidos na confusão até o 3º Distrito Policial da cidade. O humorista foi detido, mas acabou liberado no mesmo dia.


Os integrantes da GCM afirmam que foram desacatados, e por isso deram voz de prisão. Gentili reconhece que xingou os guardas, mas só depois que o empurraram para dentro da escola. ‘Mesmo assim, isso ainda é abuso de autoridade’, justifica.


O humorista e a Rede Bandeirantes estudam maneiras de processar a GCM de São Bernardo. ‘Mexer com a Justiça é sempre um saco, mas, dessa vez, não vou deixar passar.’


CORREGEDORIA


O Secretário de Segurança Urbana e Comandante da Guarda Civil de São Bernardo, Benedito Mariano, classificou como ‘desinteligente’ a atuação dos guardas no incidente. O secretário também disse que a Corregedoria Geral da Guarda Civil abrirá um processo de apuração para avaliar a ação da corporação no caso.


A Corregedoria ainda fez um requerimento à Band, solicitando a íntegra das imagens gravadas durante a confusão. ‘A matéria que foi ao ar foi muito editada. É a partir da íntegra das imagens que poderemos tirar uma conclusão concreta sobre o caso’, afirmou Mariano.


AUDIÊNCIA


O ‘CQC’ que foi ao ar ontem registrou 7 pontos de média audiência. Além da matéria de Danilo Gentili, o programa também contou com a cobertura da Copa Mundial de Futebol e um ‘CQTeste’ com participação do cantor Caetano Veloso.


Gentili afirma que ‘ficou feliz com a audiência, porque o trabalho foi legal’. ‘Nós fomos fazer uma denúncia mas acabamos fazendo duas.’


Esta a segunda vez que o programa atinge essa marca – a primeira foi em 2008. O resultado deixou a Band em segundo lugar no Ibope, atrás apenas da TV Globo. ‘A gente já vinha tendo boas audiências nas últimas semanas. Desde o começo do ano já prevíamos que, com a Copa, teríamos um programa forte’, disse o humorista.


Uma das características do ‘CQC’ é a sua forte repercussão na internet, especialmente no Twitter. Ontem, durante a transmissão, o programa conseguiu se emplacar como um dos assuntos mundialmente mais comentados da rede social. ‘O melhor é que todo mundo nos defendeu, só vi um ou outro fazendo piada’, comenta Gentili.’


 


 


 


************


Folha de S. Paulo


Quarta-feira, 30 de junho de 2010


 


AGRESSÃO


Depois de ser indiciado, vereador agride jornalista em Mato Grosso


‘O vereador Lourivaldo Rodrigues de Moraes (DEM), de Pontes e Lacerda (MT), agrediu com um tapa no rosto uma jornalista que tentava entrevistá-lo -a repórter Márcia Pache, 44, de uma afiliada local do SBT.


Pache questionou o vereador sobre seu indiciamento num inquérito por invasão de propriedade e denunciação caluniosa e foi agredida na delegacia, logo após o vereador ser informado do seu indiciamento, anteontem de manhã.


A cena foi registrada pela câmera da TV e postada na internet. As imagens mostram que após o tapa Moraes tentou se aproximar de Pache, caída no chão, mas foi contido.


O vídeo mostra que a jornalista ainda tenta questionar o vereador, conhecido como Kirrarinha, mas ele não responde. A Polícia Civil abriu inquérito sobre a agressão.


Campeão de votos na cidade em 2008, Kirrarinha se disse alvo de ‘uma perseguição implacável’ por parte da imprensa, mas disse que a agressão ‘foi um erro’.


‘Já pedi desculpas à jornalista, aos eleitores e às mulheres da cidade. Esse tipo de atitude não é da minha índole.’


Por telefone, a jornalista disse que sofreu escoriações e que teme represálias: ‘Ele é um desequilibrado’.


O presidente da Câmara, Claudinei Sella (PMN), disse que fará hoje uma reunião para definir que medida será tomada sobre o vereador.


O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso e a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) divulgaram notas condenando a agressão.’


 


 


COPA


Jogadores ignoram jornalistas na chegada a Londres


‘A seleção inglesa desembarcou ontem no aeroporto de Heathrow depois de ser eliminada da Copa pela Alemanha, no último domingo. Os atletas do time, que foi goleado por 4 a 1, recusaram-se a falar com a imprensa.


A mídia inglesa criticou duramente o treinador da equipe, o italiano Fabio Capello. A expectativa era que ele levasse o English Team no mínimo até as semifinais na África do Sul.


Os defensores Ashley Cole e Ledley King também foram criticados, por terem sido vistos sorrindo após a eliminação inglesa contra os alemães.’


 


 


Marcos Augusto Gonçalves


Anúncio pede para jogador da seleção esquecer de ser craque!


‘Já se comentou sobre o tipo de propaganda que tem acompanhado a seleção brasileira na África. Baseada nas características mais conhecidas do nosso treinador -e nas expectativas iniciais de um time empenhado, mas não brilhante-, a era Dunga da publicidade trocou a inspiração pela transpiração.


Na linha dos ‘guerreiros’ da cerveja, um fabricante de isotônico resolveu fazer o elogio da mediocridade.


‘Jogador da seleção, quando você entrar em campo, esqueça que é craque’, diz o texto, que vai de bico na canela do fã do bom futebol.


E prossegue, arfante: ‘Porque é melhor ser um jogador com força de vontade do que um gênio na zona de conforto’. Uau! Um gênio na zona de conforto?! Epa!


E a recomendação: ‘Sue a camisa, jogue com a alma’.


É o dunguismo publicitário em toda a sua exuberância. Ou ignorância. :(‘


 


 


Caderno da Copa da Folha publica anúncio errado da rede Extra


‘A edição de ontem da Folha trouxe um anúncio errado da rede de supermercados Extra, do Grupo Pão de Açúcar. A peça publicitária sugere a eliminação da seleção brasileira da Copa.


Segundo o departamento de publicidade da Folha, o erro foi do jornal.


‘A Folha esclarece que, no Caderno Copa 2010, pág. D11, foi publicado equivocadamente anúncio do Hipermercado Extra, devido a problema ocorrido na área de inserção de anúncios. Lamentamos o erro.’


‘A I qembu le sizwe [significa seleção, em zulu] sai do Mundial. Não do coração da gente… Valeu, Brasil. Nos vemos em 2014’, diz o anúncio.


Por meio de sua assessoria, o Extra disse lamentar o erro. ‘A empresa informa que a Folha errou na seleção do material para publicação e irá se retratar publicamente com a correção do material, visto que, como patrocinador da seleção, a rede Extra tem sido um entusiasta do time brasileiro’, afirma em nota.


Uma errata é publicada hoje no Caderno Copa.’


 


 


TELEVISÃO


Laura Mattos


Copa faz TV digital vender em 6 meses estoque do ano


‘Está explicada a dificuldade em encontrar televisores digitais nas lojas. Com a Copa, o país vendeu em menos de seis meses mais aparelhos do que esperava comercializar até o final deste ano.


Presidente do Fórum de TV Digital, Frederico Nogueira disse ontem à Folha que desde o início de 2010 já foram comercializados cinco milhões de televisores com conversor digital embutido.


No início do ano, a previsão era de que até dezembro seriam vendidos cinco milhões de unidades de TV digital, incluindo minitelevisores, celulares e outros portáteis. A meta já foi batida e nem foi preciso somar a venda dos portáteis.


O cálculo do início deste ano era do Fórum SBTVD (Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre), que reúne emissoras de televisão, pesquisadores e fabricantes de aparelhos.


Já era uma previsão otimista, visto que de 2007, quando a TV digital começou a ser vendida no país, até o final do ano passado, foram comercializados apenas duas milhões de unidades, incluindo as portáteis e os conversores para aparelhos convencionais.


‘ENGANASSIONE’


Totó (Tony Ramos) cai no papo de Clara (Mariana Ximenes) e se casa com ela; pesquisa mostra que público quer que a vilã de ‘Passione’ fique boa


Treme-treme Em tempos de alta definição, qualquer descuido da produção fica nítido para o telespectador. Anteontem, em ‘Passione’, quando o funcionário do hotel fechou a porta do quarto de Clara (Mariana Ximenes), o espelho que estava na parede cenográfica atrás dela tremeu.


Embaçado Na Band e na Globo, os programas que antecedem os jogos do Brasil deixam clara a diferença gritante entre as imagens em alta definição geradas dos âncoras, no estúdio, e as comuns, das reportagens feitas nas ruas.


Ana Maria na Band? Merchandising involuntário na Band. Boneco do louro José apareceu anteontem nas mãos de um torcedor na África. Foi mostrado na Globo também.


Brincadeira Pica-pau foi tema de discussão na semana passada na Câmara dos Deputados. Os parlamentares questionaram o fato de um DVD do personagem, voltado a crianças, mostrar propaganda antipirataria com cena de traficantes armados no morro.


Sem graça A Universal Pictures, distribuidora do DVD, disse em audiência pública ter recolhido as unidades que restavam em lojas com esse conteúdo, em 2008, após reclamação de consumidor.


Castigo Os parlamentares cobrarão do Ministério da Justiça e do Conar fiscalização de propagandas inadequadas em DVDs. À Universal sugeriram inserir conteúdo educativo em DVDs infantis a fim de compensar o erro com o Pica-pau.’


 


 


Vitor Moreno


‘30 Rock’ impulsiona final de temporada com celebridades


‘Participações especiais de atores consagrados costumam ser sinônimo de prestígio na televisão americana. E isso ‘30 Rock’ tem de sobra.


A série, vencedora dos últimos três Emmys de melhor comédia, soma mais aparições de peso no episódio final da quarta temporada. No capítulo -se não quiser saber o que acontece, pare de ler por aqui-, entremeado por três casamentos e uma demissão, Julianne Moore e Matt Damon surgem como pares de Jack (Alec Baldwin) e Liz (Tina Fey).


Moore, que já havia aparecido como Nancy, quer que Jack decida entre ela e Avery (Elizabeth Banks). Mas, quando percebe que a rival está grávida, abandona a disputa que durou o ano todo.


Já Matt Damon surge como um piloto de avião que faz Liz desistir do pseudo-noivado com Wesley (Michael Sheen).


Ela pensa que achou sua alma gêmea e, como Damon deve voltar no começo da próxima temporada, no mínimo, encontrou um namorado por vários episódios.


A próxima temporada terá só 16 episódios, contra os 22 da que terminou. Sinal de alerta para a turma do número 30 da Rockefeller Plaza.


NA TV


30 Rock


Final da 4ª temporada


QUANDO amanhã, às 22h, no Sony


CLASSIFICAÇÃO não informada’


 


 


INTERNET


Audiência no Senado debate privacidade de usuários na web


‘O grau de privacidade de usuários da internet dividiu opiniões durante audiência pública ontem na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado.


A audiência foi motivada por reportagem da ‘Época’ sobre a privacidade dos usuários e possíveis formas de rastreamento de dados.


Representantes das empresas UOL (controlado pelo Grupo Folha), Terra, Oi e Phorm defenderam que os provedores de internet não contam com sistemas de rastreamento capazes de invadir a privacidade de seus usuários. Eles disseram que há segurança para o usuário quanto ao sigilo dos dados.


Já integrantes do Ministério da Justiça, do Ministério Público e da Unesco questionaram se os usuários têm total privacidade.


Para Eduardo Suplicy (PT-SP), que presidiu a sessão na CCJ, cabe aperfeiçoamento da legislação para garantir mais segurança ao usuário.


‘A Constituição poderia ser alterada, pois na época de sua elaboração ninguém nem sequer falava sobre e-mail. O cenário mudou.’


Para a representante do UOL, Carol Elizabeth Conway, não é preciso mudar a lei. ‘A Constituição já prevê o respeito à privacidade dos usuários.’


Já Laura Schertel Mendes, do Ministério da Justiça, disse que, ‘se o indivíduo não puder nem sequer controlar suas próprias informações, trata-se de um tema de democracia, em última instância’.’


 


 


Fabiano Maisonnave


Google pode perder hoje sua licença na China


‘O Google pode ficar inacessível na China a partir de amanhã por falta de acordo com o governo chinês, informou ontem um porta-voz da empresa norte-americana.


Segundo a versão do Google, o governo chinês vinha pressionando a empresa a parar de redirecionar os acessos dentro da China (google.com.cn) ao site de Hong Kong (final.hk), que está livre de censura.


O redirecionamento, adotado em março, foi a solução adotada pelo Google três meses após a empresa se recusar a continuar censurando informação no site chinês.


Embora pertença à China desde 1997, Hong Kong está sob um regime diferenciado por 50 anos, que mantém a liberdade de expressão.


‘Está claro, a partir das conversas que tivemos com representantes do governo chinês, que eles consideram o redirecionamento inaceitável -e que, se continuarmos redirecionando usuários, a nossa licença de Provedor de Conteúdo de Internet [ICP, na sigla em inglês] não será renovada’, escreveu o diretor jurídico do Google, David Drummond, no blog oficial da empresa.


A licença de ICP do Google é válida até 2012, mas precisa de renovação anual -e o prazo deste ano expira hoje.


‘Sem uma licença ICP, não podemos operar um site comercial como Google.cn, portanto o Google efetivamente se apagará na China’, afirmou Drummond.


NEGOCIAÇÃO


Para tentar apaziguar Pequim, Drummond disse que, nos últimos dias, uma pequena porcentagem dos usuários na China voltou a entrar no google.com.cn, com a opção de link para o .hk.


Na prática, o redirecionamento continua, já que o buscador é o de Hong Kong, enquanto o Google chinês oferece serviços não submetidos a filtro, como baixar música e serviço de tradução.


O diretor jurídico afirmou que o Google apresentou esse esquema na hora de reenviar o pedido de renovação do ICP, anteontem. Até ontem à noite na China (11 horas a mais em relação a Brasília), o governo chinês não havia se pronunciado.


Para o colunista Malcom Moore, da ‘China Economic Review’, o uso da página de Hong Kong não dribla a censura, pois o governo chinês bloqueia páginas predeterminadas via firewall. ‘Mas isso obviamente faz o Google se sentir bem, já que não é ele quem faz a censura.’


A China é um dos poucos países onde o Google não é o principal buscador. Perde para o Baidu. Com cerca de 400 milhões de internautas, a China tem o maior número de usuários web do mundo.’


 


 


PUBLICIDADE


Angela Pinho


Publicidade de alimento terá advertência


‘Daqui a seis meses, a publicidade de alimentos com altos teores de açúcar, sódio e gorduras trans e saturada terá alertas sobre problemas de saúde que o consumo dessas substâncias pode causar.


A medida está prevista em resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), publicada ontem no ‘Diário Oficial’.


As frases de advertência deverão ser ditas pelo personagem principal do comercial, no caso da televisão, ou pelo locutor, no rádio.


Na internet e nas mídias impressas, os alertas deverão ter cores contrastantes com a da peça publicitária e ter impacto visual compatível com o dos anúncios.


A iniciativa da Anvisa busca enfrentar o aumento da obesidade no país. Levantamento recente do Ministério da Saúde mostra que quase metade da população adulta está acima do peso.


A resolução é menos restritiva do que o texto que a própria agência havia submetido a consulta pública em 2006. A proposta incluía limites de horário para comerciais desses alimentos e proibição da utilização de personagens de desenho animado.


De acordo com a Anvisa, esses dispositivos foram retirados após reuniões com representantes da AGU (Advocacia-Geral da União), que teriam dito que eles dependiam de mudança na lei.


O resultado é que a resolução desagradou tanto a indústria quanto as ONGs que acompanham o tema.


Para Isabella Henriques, do Instituto Alana (ONG que luta contra a publicidade voltada para crianças), foi um retrocesso tirar do texto restrições à publicidade infantil.


Segundo Henriques, a criança não distingue a publicidade da programação e não vai entender os alertas nos comerciais.


Lisa Gunn, coordenadora-executiva do Idec (Instituto de Defesa do Consumidor), afirma que, como não tem regras específicas para o público infantil, a resolução não trabalha com um ponto que ela considera crucial: a formação do padrão alimentar.


Para Carlos Augusto Monteiro, da Faculdade de Nutrição da USP, a instituição de alertas é ‘revolucionária’, mas seria melhor adotar medidas como taxação maior sobre os alimentos com muito açúcar, sódio e gordura.’


 


 


 


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem